Projeto Patas Dadas


Em 2009 foi criado o Projeto Patas Dadas, uma ideia que surgiu de um grupo de estudantes após a morte por envenenamento de diversos cães dentro do campus da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Projeto Patas Dadas

Na época, o grupo buscou um espaço onde os cães pudessem ser abrigados, alimentados e bem cuidados. Se mantendo através de doações e trabalho voluntário, o projeto ganhou força e cresceu. Hoje, campanhas de apadrinhamento, brechós e venda de produtos com a marca Patas Dadas ajudam na arrecadação. A maioria dos voluntários são jovens estudantes que, diariamente, limpam os canis e alimentam os animais.

Atualmente, cerca de 80 cães e 7 gatos estão sobre os cuidados do Patas Dadas, que busca dar a melhor qualidade de vida possível oferecendo boa ração, vacinações, castração e todo atendimento veterinário necessário.

Campanhas de conscientização sobre adoção responsável são feitas frequentemente e, ao longo dos últimos anos de atuação, mais de 700 cães já foram atendidos pelo Patas Dadas e mais de 550 já encontraram um lar.

Vídeo: Projeto Patas Dadas para mudar o mundo de Lauro Faccin 

Se você é de Porto Alegre é quer ajudar na multiplicação destes números, entre em contado com o Patas Dadas por e-mail. Todas as informações que você precisa encontram-se na página do Facebook do projeto (inclusive uma lista com todos os e-mails). Você também pode acompanhar o projeto através do Twitter.

Comente