Nova Era {na vida e no blog}


Quem acompanha o blog desde o início já deve ter percebido que tem alguma coisa acontecendo… uma nova era chegando.

Quando comecei o Coração Boêmio, minha intenção era apenas compartilhar minhas reflexões sobre a vida e suas regras tortas que impediam o crescimento do ser humano como parte de uma civilização. Depois, passei por uma fase mais introspectiva que fez essas reflexões ganharem novas perspectivas. Então, comecei a escrever sobre coisas que, a princípio, pareciam ter sentido apenas na minha cabeça e, por isso, guardei elas para mim. Neste último ano pessoal – que começou em 11 de agosto de 2016 –, no entanto, descobri que aquele universo fantasioso que habitava em minha mente era mais real do que meu cérebro jamais seria capaz de aceitar racionalmente.

Tudo começou lá em 2015 quando decidi escrever meu primeiro livro de fantasia. Eu tinha essa história querendo sair de mim e resolvi dar uma chance. Porém, tinha uma condição: como boa cética que sou, mesmo em uma história com elementos de fantasia, precisava de provas e explicações plausíveis de como a mágica funcionava. Minha criança interior ficou em êxtase… finalmente teria um pouco de diversão em seus dias. E não era isso que eu estava procurando desde o dia em que resolvi mudar de vida, uma rotina onde trabalho e diversão andassem de mãos dadas? Sim, era exatamente isso. Então partimos, minha criança interior e eu, nessa nova fase da jornada do autoconhecimento.

mãe natureza

Resumindo todo o nosso trabalho e pesquisa no ano que se seguiu sobre aquilo que chamamos de sobrenatural, descobrimos que todos os seres humanos são dotados de habilidades extraordinárias. E tudo isso está sendo cientificamente comprovado agora. Finalmente, físicos teóricos espalhados pelo mundo estão conseguindo – graças as facilidades da vida moderna – alcançar as massas e compartilhar suas pesquisas sem precisar da aprovação de um comitê composto por mentalidades arcaicas. E, de certa forma, resolvi jogar no time deles.

Seja como for, se você não acredita em mim, talvez acredite nas ciências milenares – há muito esquecida pela sociedade ocidental – ou na ciência moderna – na qual tudo que você precisa para se aprofundar no assunto é de um computador, internet e disposição para assistir horas e mais horas e mais horas de palestras além de ler inúmeros artigos disponibilizados nas revistas científicas.

Então fiz meu dever de casa… pesquisei, estudei e, consequentemente, resolvi colocar tudo em prática para ver se funcionava. Para absoluto delírio da minha criança interior e surpresa total da minha mente cética e racional, funcionou. Ainda sou um trabalho em progresso, mas posso afirmar que há muito mais no mundo do que os olhos físicos podem ver, de fato.

joshua-fuller-pexels

E onde entra o blog nessa loucura toda? Bem, ele não entra, porque ele é a casa dos desajustados, sonhadores e espíritos livres. Sendo assim, nada mais natural do que “redecorar” a casa de acordo com as velhas-novas crenças e práticas {velha, porque nada disso é novo para mim; nova, porque essa é a primeira vez que participo de maneira ativa}. A partir de agora {de alguns posts atrás, para ser mais exata}, temas como misticismo, metafísica, espiritualidade e {re}conexão com a Mãe Natureza farão parte da rotina de posts. Mas não se preocupe, não vou começar uma pregação sobre práticas mágicas. Não. Apenas vou compartilhar minhas experiências no mundo mágico de maneira mais aberta. Como disse certo dia para uma amiga da minha mãe, estou saindo do armário das vassouras com a minha em mãos e pronta para voar numa noite de lua cheia.

Talvez você ache meio sem sentido falar de voo com vassouras, magia dos cristais, poder da lua, Tai Chi Chuan, Feng Shui, Dalai Lama, xamanismo, hinduísmo e espíritos ancestrais em um mesmo lugar. Afinal, onde está o nicho, a coerência? Ué, tá aí, na mistura disso tudo. Esse é o nicho do Coração Boêmio: várias culturas transformadas em uma só. O que vou compartilhar aqui é a minha visão, baseada nas minhas experiências, de como o mundo é encantadoramente mágico quando você possui olhos treinados e atentos.
Essa nova fase do blog vem acompanhada, obviamente, de uma nova fase minha… uma nova era em minha vida. E como ainda tenho muito para falar sobre coisas fascinantemente malucas, resolvi resumir tudo que descobri – sobre mim mesma e sobre o universo – neste último ano em um livro. Um livro que carrega os sonhos, as esperanças e o nome do blog: Coração Boêmio.

Nele você vai encontrar tudo que não está por aqui, e também algumas coisas que já apareceram por aqui só que em uma versão estendida e revisada. O livro é uma coletânea de textos sobre a minha jornada pessoal com reflexões que me conduziram até o começo da minha jornada e que, por fim, me trouxeram até aqui, agora.

Coração Boêmio já está disponível no site da Amazon e assinantes do Kindle Unlimited podem ler gratuitamente.

Espero que você continue por perto, seja movido pela mesma curiosidade que eu e tenha voz ativa. Porque eu acredito em magia. Acredito em alquimia, pó mágico, talismãs, amuletos, poções milagrosas e memória ancestral. Acredito no poder do amor, do equilíbrio e da força de vontade. Acredito em estados alterados da consciência e na comunicação interdimensional. Acredito nas leis herméticas, que tudo e todos são feitos da mesma energia cósmica e que o segredo da transcendência está dentro de cada um. E também porque, como humana, tenho um objetivo: dançar em volta de uma fogueira ao som de tambores e canções antigas na companhia da minha tribo enquanto somos abençoados pelos nossos ancestrais depois de uma tarde de conversa sobre a magia que é a oportunidade de ter essa experiência de vida.

Tribo - Coração Boêmio

Bem-vindos a nova Era do Coração Boêmio e sinta-se à vontade para fazer parte da tribo!

Comente