Foi um prazer conhecer você


Existem pessoas que apenas passam pelas nossas vidas. Existem outras que, antes de partirem, nos ensinam alguma coisa. E existe aquele grupo menor que, quando passam, deixam uma marca, uma cicatriz que vai nos acompanhar para sempre. Eu, embora por vezes com alguma dor, simpatizo mais com esse pequeno grupo.

É incontável o número de pessoas que eu já conheci. É incontável o número de gente BACANA que já conviveu comigo. Eu poderia dizer que existem pessoas que eu gostaria que ainda fizessem parte da minha vida, mas seria egoísmo da minha parte. A vida é feita de ciclos. Mas, ainda assim, tem gente que mesmo depois de sumir parece que está sempre ali. Pessoas que marcam. Pessoas que nos mostram que não podemos nos contentar com menos do que aquilo que elas nos ofereceram. Pessoas que, sem querer, nos acostumaram mal. Porque depois que você conhece elas, depois que você vive com elas (não importa por quanto tempo), nada menos do que aquilo que elas fizeram você sentir te satisfaz.

Bem, pelo menos eu tenho um ponto de partida. Sei o nível de satisfação que cheguei e não me contento com menos que isso. Que seja igual, não me importo, vai ser perfeito. Se for melhor, talvez estrague. Ou talvez, só talvez, o melhor seja exatamente o que eu preciso, o que eu mereço. Mas tudo que for menos do que eu já tive, eu dispenso, obrigada.

amizade

Comente